Nissan Frontier tem a menor desvalorização da categoria. Ranger e Amarok decepcionam.

Ranger e Amarok são as picapes que apresentaram a maior depreciação. Hilux levou apenas um terceiro lugar.

frontier-melhor-valorizacao do mercado

Carro nunca foi uma aplicação. Por mais que se consiga na venda um preço maior do que aquele que foi pago em razão de alguns eventos bastantes pontuais da economia, a verdade é que um carro apresenta gastos de seguros, licenciamentos, taxas, pedágios, combustíveis, revisões, etc. São custos indiretos que muitos esquecem de somar ao total gasto na vida de um carro.

Porém, alguns modelos desvalorizam menos que outros, e dependendo da situação, isso pode causar uma sensação positiva, nem sempre real, de ter feito um bom negócio.

A Nissan Frontier, depois de surpreender o mercado com uma garantia de 6 anos, a maior da categoria mostrando a sua confiabilidade e robustez, recebe agora o título de picape com a menor desvalorização do mercado. Isso mesmo, contrariando as fofocas e as lendas ditas por aí, a conceituada publicação Globo Auto Esporte, com dados obtidos pela imparcial Mobiauto, demonstrou que nos últimos 12 meses a Frontier foi a caminhonete que menos desvalorizou, e agora repete em 2023 o que já aconteceu em 2021, quando também apresentou a menor desvalorização do mercado.

https://autoesporte.globo.com/mercado/noticia/2023/12/picapes-diesel-desvalorizam-o-dobro-de-outras-categorias-em-2023-diz-estudo.ghtml

Frontier é a picape menos desvalorizada do mercado na categoria de picapes médias. Ranger e Amarok são as caminhonetes mais desvalorizadas atualmente.

Ranger e Amarok foram as piores neste quesito, apresentando índices bem elevados de desvalorização. Isso pode refletir a imagem prejudicada da Amarok por estar apresentando muitos problemas técnicos, apesar de seu conforto, e em se tratando de usados o consumidor acaba preocupado em adquirir o modelo e vir a gastar muito dinheiro em sua manutenção.
A alta desvalorização da Ranger também se justifica pela imagem da Ford bastante prejudicada no mercado. É possível ver em discussões na internet que há uma grande rejeição à marca por conta de ter abandonado suas fábricas no Brasil, ter deixado aproximadamente metade das concessionárias fecharem, não possuir peças de reposição para atender o mercado e não ter tido muito sucesso nos modelos importados que tem trazido do Uruguai, China, Argentina, etc. Esta alta depreciação da Ranger já foi mostrada também em recente pesquisa realizada pela KBB Brasil.

A Hilux, que possui a fama de ser o modelo que menor desvalorização apresenta, também desapontou, ficando atrás até da Mitsubishi Triton e decepcionando os seus compradores. Isso também é justificado pelo fato de ser um modelo que vendeu muito nos últimos anos, e acabou tendo hoje uma oferta de unidades usadas bem maior do que a procura.

O ranking de desvalorização do melhor para o pior resultado ficou assim:

picape que mais desvaloriza

A situação da Ranger e da Amarok é bastante preocupante, já que hoje picapes médias completas já são vendidas por preços em torno de R$ 300.000,00, e uma desvalorização de 20,5% é uma perda de R$ 61.500,00.

Outro ponto que deve ser pensado é os custos indiretos sobre estes modelos. Por exemplo, a Hilux tem seguros que chegam a 5x o valor do seguro de uma Frontier por conta do elevado índice de roubos, ela ainda tem os preços de revisão mais caros, apresenta um consumo maior de combustível, então ainda que a Hilux tivesse uma desvalorização menor que a Frontier, o que não é o caso, o seu custo final poderia facilmente ser maior do que o da Frontier, mas muitos consumidores não prestam atenção nestes detalhes. Além disso, a Frontier é um projeto mais moderno, mais confortável e muito mais seguro que uma Frontier, e esses pontos também devem pesar na escolha.

A Frontier vive um ótimo momento no Brasil, com uma imagem bastante positiva de alta tecnologia, conforto, segurança, robustez e durabilidade, qualidades reforçadas pela atual garantia de 6 anos.
Parabéns à Nissan que colocou no Brasil um produto revolucionário, com qualidades que a maioria das picapes ainda não oferecem, e que agora experimenta o reconhecimento por esse trabalho bem feito.

Atualização:

Outra reportagem reforçando esse tema: https://www.automaistv.com.br/picapes-medias-desvalorizaram-dobro-2023/

E com o seguinte comentário:

Começando pelo último lugar da lista, ou seja, a picape média que menos desvalorizou entre 2022 e 2023, temos uma surpresa. Por conta da boa fama, podemos apostar que a maioria das pessoas acreditavam que o primeiro lugar seria da Toyota Hilux. Na verdade, é da Nissan Frontier.

E com a atual garantia de 6 anos, a tendência é de que a Frontier ganhe mais valor de mercado, pois logo será possível comprar em 2030 uma picape ainda na garantia oferecendo segurança ao comprador, que poderá ainda corrigir eventuais problemas decorrentes do uso em garantia.

 

4 Comentários

  1. Amarok perdeu muito mercado por conta dos problemas que vem sofrendo com um motor bastante problemático, mas é uma boa picape. Além disso, a incerteza sobre a continuidade do modelo no Brasil assusta ainda mais os consumidores.
    Com relação à Ranger, é bem merecido que o consumidor pague pela sua burrice. Comprar de um fabricante que chutou o Brasil fechando as suas fábricas e deixando trágicas consequências disso para trás, é no mínimo não ter nenhum respeito próprio ou qualquer sentimento de dignidade. Além disso, basta ver o fracasso que outros modelos do fabricante estão sofrendo aqui, como a Maverick, a Territory, o Bronco etc. Todos modelos que, segundo o fabricante, seriam líderes de seus mercados mas que acabaram não tendo o sucesso esperado, aliás, nem passou perto disso acontecer.

  2. Mais uma surpresa para os dinossauros do mercado que ainda vivem de Capotalux, de Fordesmanche, Bombarok e outros modelos que acreditam serem os melhores negócios do mercado. Pelo jeito ser a mais vendida já deixou de ser a melhor há muito tempo, e enquanto o consumidor mal informado não acordar para a realidade, vai continuar pagando mais por menos.

  3. O cara tem que ser muito ingênuo para comprar um Ford no Brasil. Nem nos estados unidos está valendo muito a pena. No Brasil ela simplesmente abandonou o mercado e virou uma importadora chuleira. Ranger é uma bomba, pior pós-venda, desvalorização em alta, falta de peças, concessionárias falidas e sem pessoal de bom nível, não vale mais a pena.
    Aqui na minha cidade as lojas de carros estão lotadas de Ranger para vender e há bastante tempo. Só quem é bem mal informado compra.

  4. A Frontier vem surpreendendo muito ainda agora com garanta de 6 anos tende a valorizar ainda mais. Hilux é um carroção ultrapassado e perigoso.
    S10 continua sendo para empresas e L200 para o governo.
    Amarok é uma encrenca de mecânica, usada é um alto risco.
    Ranger com a imagem da Ford derretendo por aqui tende a ficar esquecida e ser uma das últimas opções de mercado. Nem sei como a Ford consegue vender aqui ainda, eu não compro carro dela nem barato.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Blue Captcha Image
Atualizar

*