Dica de melhoria da suspensão da Frontier mexicana

Uma solução simples, econômica e prática para quem experimenta fim de curso na suspensão dianteira das Frontier mexicanas.

Não endossamos modificações que alterem a originalidade do carro, e apenas transcrevemos aqui a sugestão que nos foi enviada.
A Frontier mexicana era um modelo mundial, feito para vários mercados internacionais. Houveram alguns relatos de que a suspensão frontal podia dar fim de curso se passasse com muita velocidade em lombadas. Nem todo mundo experimentou essa dificuldade. De qualquer forma, o modelo argentino lançado aqui em 2019 sofreu mudanças na suspensão para se adequar ao nosso terreno e ao tipo de uso que alguns proprietários fazem dela.
Avalie bem se você realmente acha que vale a pena esse tipo de alteração, pois muitos proprietários do modelo mexicano não relatam esse tipo de incômodo.
Essa peça, aparentemente, reduz a compressão da mola, e isso certamente afeta o projeto da suspensão.

Dica enviada pelo colega Joel.

Pessoal eu tenho uma Frontier 2017 e o que sempre me incomodou nela era as batidas de final de curso na traseira, e a falta de estabilidade em curvas.
Tenho família no interior e sempre acabo pegando bastante curva e estradas de chão, ai me veio a ideia de procurar algo que pudesse melhorar isso, sem a necessidade de mexer muito na suspensão, procurando encontrei um produto coreano que é vendido no Brasil, http://www.ttcdobrasil.com/ o nome, vi também que existe semelhantes no mercado, mas optei por comprar esse pois tem várias certificações e garantia.
Comprei os tamanhos F dianteira e A traseira de acordo com a tabela deles mesmo.
Oque posso dizer é que senti grande melhora principalmente na suspensão traseira, e em relação a estabilidade também sinto que o carro não joga mais tanto para os lado. Ainda não peguei estrada, mas assim que viajar volto contando mais relatos.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*